Como gerir a família em isolamento

Se você encontra-se em isolamento, pode estar a procura de sugestões de como gerir a família e atividades diferentes e criativas com as crianças! Temos sorte de viver em uma era de diversão tecnológica, mas esse material ajudará a interromper o tempo digital e manter as crianças ativas e envolvidas também!

Crie uma rotina

Por mais tentador que seja ficar na cama, trabalhar de pijama e deixar as crianças na frente da TV, a longo prazo, isso teria um efeito prejudicial no humor geral da família. Em conjunto com a criança, crie uma rotina, lembre-se: não é férias. Não precisa ser tão rigorosa mas tente respeitar os horários que a criança já está acostumada. Caso estude no matutino, reserve um período da manhã para atividades escolares com conteúdos que ela já aprendia na escola.

Mantenha o corpo ativo

Existem muitas maneiras de se manter em movimento, mesmo quando você não pode sair de casa. Reservar meia hora todos os dias para fazer uma rotina de ioga guiada, um treino em casa, aprimorar seus exercícios com peso corporal... (existem centenas de vídeos para escolher no YouTube). Se conseguir faça sozinho e depois faça um treino para criança. Se não der, façam juntos.

Mantenha a menta ativa

Além de permanecer fisicamente ativo, manter-se mentalmente ativo também é vital. Assistir a programas, jogos, baseados em questionários podem ajudá-los a manter a mente ligada. Resolver problemas, equações matemáticas e quebracabeças ajudam a manter a nitidez e a positividade mental. Além de aumentar o conhecimento, o hábito da leitura aprimora o vocabulário e ajuda na construção textual. Palavras cruzadas, alguém?

Faça uma prece

Independente da sua crença e do seu Deus, orar é falar com Ele. Deus nos deu a oportunidade de, por meio da prece, estarmos em contato, de forma muito mais próxima, com Ele. A prece é o alimento da alma, é o que alimenta a fé. Assim como nos alimentamos diariamente para o sustento do corpo, é necessário alimentar diariamente também a alma para o sustento da fé.

Permaneça em contato

Esteja você ansioso para ficar no FaceTime ou não, mantenha contato telefônico regular com amigos e familiares. Isso não apenas manterá todos conectados, mas também ajudará a família a não sentir como se estivesse perdendo contato com o mundo exterior. Isso é especialmente importante para os avós também, que potencialmente ficarão isolado por um longo período de tempo.

Aceite o tédio

Aproveitem este tempo, crianças, adolescentes e adultos, para aprender a conviver com o tédio e para aceitar que não se tem que estar sempre fazendo alguma coisa, vendo alguma coisa ou falando com alguém. Todos estão familiarizados com aquela necessidade que se tem quando se está num pico de estresse: “só queria um dia para não fazer absolutamente nada”. Pois esse dia chegou, e com ele a oportunidade de aprender a não fazer nada e se beneficiar desse tempo.

Aprenda e ensine seu filho a meditar

Durante momentos de ansiedade, pode ser útil praticar a respiração diafragmática ou a meditação para ajudar a gerenciar seu espaço na cabeça. A respiração ou a meditação, é a prática de treinar a mente para um estado de clareza mental que os estudos descobriram que ajuda a lidar com o estresse, além de reduzir os níveis de depressão e ansiedade.

Brinque

Estudos apontam que o momento da brincadeira é uma oportunidade de desenvolvimento fundamental para a criança. Através do brincar ela aprende, experimenta o mundo, possibilidades, relações sociais, elabora sua autonomia de ação, organiza emoções. Ao participar de brincadeiras, a criança explora o ambiente e se entende como um membro da família e sociedade. Além disso, brincar é sempre uma oportunidade de fortalecer vínculos.

Atividades para fazer com as crianças

Emoções no balão

A técnica do balão é uma estratégia muito eficaz para favorecer o relaxamento das crianças, regular suas emoções, e permitir que elas desenvolvam uma maior consciência corporal. Utilizem farinha ou arroz para encher os balões com o auxílio de um funil. Desenhe uma variedade de rostos em balões. Ensine seu filho sobre as diferentes emoções existentes.

Acampamento

Acampar na sala é uma tendência absoluta para entreter os pequenos que tem até nome: acampadentro. Além de ser muito divertido para eles é mais fácil do que você pensa. Utilize lençóis para montar a barraca e pronto! Fazer algumas brincadeiras de acampamento irá tornar a experiência ainda mais inesquecível: como contar histórias com uma lanterna, fazer jogos ou até mesmo assistir a um filme.

Caça ao tesouro

Você pode fazer uma caixa simbolizando o baú com "tesouros", relógio, bijuteria, pedras preciosas de brincadeira, moedas de chocolate. Ou pode simplesmente esconder um brinquedo favorito ou objetos pela casa. Aproveitem esse momento, e se fantasiem de piratas. Se a criança for um pouco maior, faça um mapa da casa com pistas. Se for pequena, vá falando "está quente (se estiver perto) ou "está frio" (se estiver longe).

Crie carimbos

Além de superdivertidos, os carimbos permitem que os pequenos soltem a imaginação, exercitem a criatividade e desenvolvam os seus dotes artísticos. Que tal ajudar os seus filhos a criarem os seus próprios carimbos? As batatas são ideais, pois possuem textura e tamanho perfeitos. O carimbo de batata é só o começo da brincadeira, já que ele vira uma ferramenta divertida para colorir cartões, papel de embrulho, decorar o quarto, a geladeira e até camisetas.

Faça um pote da gratidão

Algumas vezes acontece tanta coisa legal no nosso dia a dia e, com o tempo, esquecemos desses bons momentos. Uma sugestão é escrever em papeizinhos, agradecendo por estes momentos e guardar dentro de um pote. No final do ano ou uma data a ser defnida, vocês poderão abrir o pote, relembrar e ver o tantão de coisa legal que aconteceu.

Amarelinha

É uma brincadeira que desenvolve noções espaciais e auxilia diretamente na organização do esquema corporal, da motricidade, agilidade e força das crianças, através dos saltos e pulos. A sequência numérica que se exige para brincar de amarelinha incentiva a criança a desenvolver o raciocínio lógico matemático. Com fita adesiva, para quem tem um pouco de espaço, esta é uma opção super simples e as crianças até vão esquecer que estão dentro de casa.

Piquenique

Que tal programar algo diferente e delicioso com a família? Saia da rotina e combine de fazer um piquenique dentro de casa. Não por acaso, a comidinha mais característica para estes encontros é o sanduíche. Então vamos lá, preparar sanduíches e suco para acompanhar!

Pinte pedras

É uma atividade muito bacana para fazer com as crianças, que vão se divertir à procura das pedras perfeitas para serem pintadas e depois decorando-as. Dê um passo à frente na pintura rupestre: depois que a tinta estiver seca, as imagens nas pedras se tornam personagens de uma história que todos podem contar juntos.

Cuidados com a beleza

Combine de brincar de "salão de beleza". Faça um dia da beleza cuidando das unhas e cabelos de uma forma mais divertida. Com essa brincadeira, aproveitamos para conversar sobre o cuidado que devemos ter com nosso cabelo e como devemos cuidar ou deixar que alguém nos ajude. Os meninos também adoram deixar os pés de molho na água, por exemplo.

Teatro de fantoches

O teatro de fantoches, assim como todos os outros jogos de dramatização e faz-de-conta, ajudam a criança a construir a sua identidade, pois, nestes jogos, ela poderá desempenhar diversos papéis sociais (personagens) e experimentar diferentes sensações e emoções. Convide seu filho a criar fantoches com cartolina e palitos. Vá para traz da mesa ou sofá e divirtam-se no teatro.

Massagem

Você sabia que a massagem infantil tem múltiplos benefícios? Através do sentido do tato, os seres humanos desenvolvem (ou reforçam) vínculos e afetos positivos. Através da massagem, as crianças relaxam e aliviam ou eliminam as tensões. Ademais, ela incentiva no desenvolvimento psicológico, permitindo que as crianças se sintam mais seguras, pois ao serem massageadas, recebem muita atenção e carinho.

Fichário de caras engraçadas Use um fichário antigo ou construa o seu e faça-os desenhar algumas partes do rosto. Prenda os cartões juntos e as inúmeras combinações os manterão entretidos por horas. Todos podem se revezar para desenhar traços faciais e depois se revezam combinando os traços de todos juntos para uma noite de risadas e diversão. Para construir seu fichário: - papel cartolina branco - papelão - 3 anéis de livro de metal - furador - tesoura - adesivos de óculos ou olhos arregalados (opcional)

Caça ao tesouro de cores

Esta caça ao tesouro simples para crianças é incrivelmente fácil de fazer e as crianças se divertem. Usar saco de pipoca, saco de pão ou qualquer sacola de papel também é perfeito porque as crianças têm um lugar para guardar todos os seus novos tesouros. Como jogar: Distribua os saquinhos para as crianças e deixe-as se divertir encontrando todas as cores do saco de papel. Quando encontrarem um item que corresponda a uma das cores, coloque-o no saco. Quando todos terminarem, divirta-se fazendo um show e conte sobre todos os itens que todos encontraram.

Cozinhe juntos

Cozinhar é um estímulo ao desenvolvimento, sobretudo os estímulos sensoriais e a responsabilidade, são algumas vantagens do contato das crianças com a cozinha. Há tantas lições que podem ser ensinadas durante o preparo dos pratos. Conceitos matemáticos como contagem, medição e frações podem ser exemplificados ao observar uma receita. Explicar como determinados alimentos podem ajudar o nosso organismo a manter-se saudável é uma excelente forma de falar de ciência. Além do mais, seguir uma receita do começo ao fim ajuda a construir as habilidades para planejar e completar projetos.

Resiliência e saúde para você e sua família! Que este momento se transforme logo em passado.

Conteúdo Adaptado: www.coachingnaeducacao.com.br